Receita: corações de alcachofra con bacon e ervas!

Delícia de receita, fácil de fazer e saudável!

Anúncios

Receita de Escalibada

Hoje começo um ciclo de receitas tradicionais da Espanha!! A receita de hoje é escalibada, um prato típico da região da Catalunha, Valencia e Aragon. É um prato baixo em calorias e muito rico em fibras. Pode servir tanto de acompanhamento como de aperitivo.

Receita super, mega simples de fazer.

teresa carles – vegetariano em Barcelona

Dia desses conheci um restaurante vegetariano delicioso no Raval – bairro que fica no centro de Barcelona, conhecido popularmente como bairro chinês. No Raval, convivem, hoje em dia, pessoas vindas de vários países e culturas. Nas suas ruas, podem ser vistos comércios e restaurantes de todas nacionalidades, sobretudo na parte alta do bairro. E é alí entre a rua Pelai e Tallers, que se encontra este agradável restaurante vegetariano, onde se pode desfrutar de uma comida super saudável e saborosa. Os produtos são todos frescos, e a preparação é a mais natural possível. Eu pedi uma salada de queijo de cabra e um ceviche que recomendo porque estava tudo muito gostoso. E olha que comer uma comida vegetariana com sabor, não é muito fácil, hein!

Certeza que voltarei mais vezes e será meu ponto de encontro, já que o restaurante não fecha entre o almoço e jantar – coisa rara aqui na terrinha da famosa “siesta”. A carta nesse horário, é mais reduzida, mas não menos saborosa. O valor está equilibrado com a qualidade dos produtos, o ambiente super aconchegante e acolhedor- crianças são bem-vindas!

Se tiverem a oportunidade de conhecer o restaurante não deixem de ir!

Imagem

Imagem

Imagem

* teresa carles

Calle  Jovellanos, 2  (Pelai – Tallers)

preço médio por pessoa:  25,00 euros

Barcelona

Restaurante em Amsterdam – Groene Lanteerne

Toda vez que viajamos para algum lugar novo, sempre nos informamos antes quais são os restaurantes mais bacanas, autênticos e que não sejam o típico “restau” de turista. Só que dessa vez a resposta era quase sempre a mesma: – não tem lugar muito bom para comer em Amsterdam, eles não possui muita cultura gastronômica, o holandês não gasta muito com comida… e por aí vai.
Foi quando entrei no blog da Cris Beltrão e vi que ela havia estado em Amsterdam em abril desse ano e fez uma matéria de um bistrô que me chamou a atenção pela vasta carta de vinhos que tinha, pensei: se a comida não for boa, pelo menos beberemos bem.
Chegamos ao local, uma portinha bem pequena, passei por ela 2 vezes antes de entender que alí era o restaurante. Entramos e já fomos super bem recebidos pela querida Yvonne, que cuida do salão e é a “mulher do chef” Roberto – só os dois trabalham no restaurante. Éramos os únicos clientes da noite, a princípio fiquei um pouco com medo de não ter mais ninguém jantando alí, pensei que havía entrado em uma furada, mas logo depois me dei conta de que foi um privilégio ter um jantar romântico no restaurante só para a gente. E tanto o Roberto quanto a Yvonne nos deixaram super a vontade, conversamos bastante com eles, nos divertimos e o melhor de tudo: comemos e bebemos super bem.
A comida é estilo francês, produtos de temporada e com muito sabor.
Provamos primeiro as vieiras salteados com molho de laranja e açafrão – delícia. Depois a lagosta azul com molho Beurre blanc (manteiga, vinho branco e chalota) e espinafre – foi o meu prato preferido. E para terminar comemos um cordeiro com molho de vinho tinto.
A comida estava super saborosa, mas o que mais gostei foram os vinhos. Começamos com um vinho branco alemão: Van Volxem, Goldberg, riesling, 2008. Vinho branco seco, mineral e com um sabor de pêssego. Depois partimos para o vinho tinto: Bellefont – Belcier 1995 – Bordeaux com cor de ameixa intenso, pouco ácido e denso. Sucesso total o vinho tinto!
Minha pontuação geral do restaurante foi 8,5. A do Sergio foi 7,5.
O preço é um pouco alto, mas vale a pena.

O restaurante só para a gente!

O restaurante só para a gente!

Noite mais que especial com o marido.

Noite mais que especial com o marido.

O vinho branco.

O vinho branco.

Lagosta azul

Lagosta azul

Vinho tinto.

Vinho tinto.

Cordeiro.

Cordeiro.

O chef Roberto batendo papo com a gente.

O chef Roberto batendo papo com a gente.

DE GROENE LANTEERNE
http://www.winetrade.nl
Haarlemmerstraat 43
1013 EJ Amsterdam
00 31 (0)20 624.1952

Amsterdam

Souvenir holandês

Souvenir holandês

Apaixonei por essa linda cidade e seu povo amigo, educado e gente boa! Sempre tive a impressão que Amsterdam me despertaria algo novo, e assim foi: quero a vida mais simples e mais leve.
Andar de bicicleta, comer por um preço justo, cultura, qualidade de vida e calma. Outra coisa que me deixou “flipada” foi o caos controlado e a tolerância de seus habitantes – é um monte de gente, bicicletas, motos dividindo o mesmo espaço e sem brigas, sem gritos, sem stress: ” Se todos fossem iguais a você “Amsterdam”, que maravilha viver…”

Em frente ao museu Rijksmuseum

Em frente ao museu Rijksmuseum

Minhas dicas dos 3 museus imperdíveis: – Rijksmuseum, Van Gogh e A Casa de Anne Frank.

O Rijksmuseum é dedicado à artes e história. Ele tem uma larga coleção de pinturas da idade de ouro neerlandesa e uma substancial coleção de arte asiática. A coleção de pinturas inclui trabalhos de artistas como Jacob van Ruysdael, Frans Hals, Johannes Vermeer e Rembrandt e de alunos de Rembrandt.

Museu Van Gogh

Museu Van Gogh

Uma visita ao Museu Van Gogh é uma experiência única. O museu contém a maior coleção de pinturas do artista, mais de 200 obras.

Quarto em Arles

Quarto em Arles

Meu quadro preferido!

“Desta vez é muito simplesmente o meu quarto, aqui tem de ser só a cor a fazer tudo; dando através da simplificação um maior estilo às coisas, deverá sugerir a ideia de calma ou muito naturalmente de sono. Em resumo, a presença do quadro deve acalmar a cabeça, ou melhor, a fantasia.”
Van Gogh

Outro museu que não poderia deixar de visitar: A Casa de Anne Frank.
Estar no mesmo lugar onde essa adolescente judia, esteve com sua família e alguns amigos escondida dos nazistas durante 2 anos, é sem dúvida entender um pouco melhor o que esse povo passou na mão daqueles loucos que seguiam a maldade de Hitler.
Chorei do começo ao fim da visita, fiquei arrepiada, consegui ver beleza na tragédia. Essa menina foi a voz de milhares de jovens.

Anne Frank

Anne Frank

O quarto de Anne Frank

O quarto de Anne Frank

Museu e casa de Anne Frank

“Aquele que é feliz espalha felicidade.
Aquele que teima na infelicidade, que perde o equilíbrio
e a confiança, perde-se na vida.”
Anne Frank

Dicas:

Tanto o museu Van Gogh quanto o de Anne Frank, é melhor comprar os ingressos online, assim você nao pega fila!

Cromosoma 5

15202_384261934986014_1838370241_n-2

Hoje não vou falar de comida, vou falar de um documentário que vi e que me emocionou muito pela verdade e amor de uma história difícil, dura, mas ao mesmo tempo bela e transformadora.

Cromasoma 5, é um documentário que narra de forma primorosa a vida de Andrea, uma menina que nasceu prematura e faltando um pedacinho do cromossoma 5, o que causa transtornos mentais e motores. Mas o filme é muito mais que isso, ele fala de amor, de perda e de encontro – ele fala de vida e suas diferenças.

Aqui nesse link abaixo pode-se ver o filme. Eu me transformei depois de assistir, algo mudou dentro de mim.
http://www.rtve.es/cromosomacinco/

Receita Pulpo a la Gallega

Olha a receita do pulpo a gallega, minha gente! Achei super fácil, rápida e gostosa.
Só um detalhe que acho que não explicamos muito bem na receita: o que usamos para polvilhar em cima do polvo já pronto é o pimentón de la Vera (pimentão doce) – um condimento espanhol. A foto abaixo para vocês verem.

Pimentón de la Vera

Até a próxima receita!

Mercado Santa Catarina

Oi gente!
Estava um pouco sumida, mas estou de volta com uma super receita bacana – pulpo a la gallega!!! Muita gente me pedia receita de polvo (pulpo) porque me diziam que era muito difícil trabalhar com esse “bichinho”, e que sempre ficava parecendo uma borracha quando tentavam fazer qualquer receita com ele. Então pedi para o chef – que tenho em casa – me ensinar a fazer um pulpo a la gallega, um prato bem típico aqui da Espanha.
Mas antes fomos ao tradicional Mercado Santa Catarina, comprar o polvo fresquinho, e mostrar um pouquinho para vocês esse lindo mercado aqui de Barcelona, que não é tão famoso quanto o Mercado da Boqueria, mas que para mim é bem mais charmoso e bonito – e não é lotado de gente.
Aguardem que no próximo post vou ensinar a receita do polvo!

Receita: o verdadeiro cebiche peruano

Aqui está o vídeo da receita do cebiche, que minha cunhada – peruana legítima – nos ensina a fazer!

Ingredientes:

2 cebolas grandes
pescado branco (a quantidade que vc quiser)
1 xícara pequena de leite
limão siciliano
salsinha
pimenta do reino
sal
rocoto (pimenta peruana)
alho

Combinação perfeita: cebiche com uma cervejinha gelada!!!!
Aproveitem!!